Gr Saúdavel

Câncer de Mama

O QUE É CÂNCER DE MAMA?

O câncer de mama é um tumor maligno que se desenvolve na mama como consequência de alterações genéticas em algum conjunto de células da mama, que passam a se dividir descontroladamente. Ocorre o crescimento anormal das células mamárias, tanto do ducto mamário quanto dos glóbulos mamários. O câncer da mama é o tipo de câncer que mais acomete as mulheres em todo o mundo, sendo 1,38 milhões de novos casos e 458 mil mortes pela doença por ano, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS). A proporção de câncer de mama em homens e mulheres é de 1:100 – ou seja, para cada 100 mulheres com câncer de mama, um homem terá a doença. No Brasil, o Ministério da Saúde estima 52.680 casos novos em um ano, com um risco estimado de 52 casos a cada 100 mil mulheres. Segundo dados da Sociedade Brasileira de Mastologia, cerca de uma a cada 12 mulheres terão um tumor nas mamas até os 90 anos de idade.

Existem tipos?

Existem diversos tipos e subtipos de câncer de mama. No geral, o diagnóstico para o câncer de mama leva em conta alguns critérios: se o tumor é ou não invasivo, seu tipo tipo histológico, avaliação imunoistoquímica e seu estadio (extensão):

Tipo histológico

O tipo histológico é como se fosse o nome e o sobrenome do câncer de mama. Os tipos histológicos de câncer de mama se dividem em vários subtipos, de acordo com fatores como a presença ou ausência de receptores hormonais e extensão do tumor. Os tipos mais básicos de câncer de mama são:

1.Carcinoma ducta in situ
2.Carcinoma ductal invasivo
3.Carcinoma lobular in situ
4.Carcinoma lobular invasivo
5.Carcinoma inflamatório
6.Doença de Paget

È sempre bom saber o

Estadiamento da doença ou seja em qual estado o seu câncer se encontra?O câncer de mama é dividido em quatro estados ou estágios, conforme a extensão da doença, que vão do 0 ao 4:

  • Estádio 0: as células cancerosas ainda estão contidas nos ductos, por isso o problema é quase sempre curável
  • Estádio 1: tumor com menos de 2 cm, sem acometimento das glândulas linfáticas da axila
  • Estádio 3: nódulo com mais de 5 cm que pode alcançar estruturas vizinhas, como músculo e pele, assim como as glândulas linfáticas. Mas ainda não há indício de que o câncer se espalhou pelo corpo
  • Estádio 4: tumores de qualquer tamanho com metástases e, geralmente, há comprometimento das glândulas linfáticas. No Brasil cerca de 60 a 70% dos casos são diagnosticado em estádio 3 ou 4.

Como se prevenir:

Evitar a obesidade, através de dieta equilibrada e prática regular de exercícios físicos, é uma recomendação básica para prevenir o câncer de mama, já que o excesso de peso aumenta o risco de desenvolver a doença. A ingestão de álcool, mesmo em quantidade moderada, é contra-indicada, pois é fator de risco para esse tipo de tumor, assim como a exposição a radiações ionizantes em idade inferior aos 35 anos.

Ainda não há certeza da associação do uso de pílulas anticoncepcionais com o aumento do risco para o câncer de mama. Podem estar mais predispostas a ter a doença mulheres que usaram contraceptivos orais de dosagens elevadas de estrogênio, que fizeram uso da medicação por longo período e as que usaram anticoncepcional em idade precoce, antes da primeira gravidez.

A prevenção primária dessa neoplasia ainda não é totalmente possível devido à variação dos fatores de risco e as características genéticas que estão envolvidas na sua etiologia.
Via: INCA (Instituto Nacional de Câncer José Alencar )

Existe uma estatística curiosa: 80% dos maridos, cuja mulher tem câncer, abandonam a mulher (só 20% permanecem casados) e 100% das mulheres, cujos maridos têm câncer, continuam com os maridos. Mais porque?

Porque somos mais compreensivas e exemplares, somos amantes da nossa família e colocamos a mesma em primeiro lugar na nossa vida, mesmo com tantas dificuldades conseguimos enfrenta-las. Somos um verdadeiro exemplo de perseverança e precisamos sempre sermos fortes porque somos vitoriosas  e devemos também ter muita fé em Deus e confiarmos nEle.

Testemunhos:

Olá, Tenho 27 anos e faz dois anos que terminei o tratamento para câncer de mama. Quando tinha 11 anos tive câncer nos nódulos linfáticos e um dos tratamentos utilizados na época foi a Radioterapia. Descobri um nódulo na mama direita realizando o auto-exame, na hora já sabia o que era. Meu companheiro é médico e no dia seguinte estava realizando a biópsia do nódulo. Realmente era câncer. O tumor era agressivo e respondia ao estrógeno (hormônio feminino). Iniciei então a Quimioterapia e usei também uma droga relativamente recente o Trastuzumab. Realizei a inibição do ovariano com Análogo de GnRH para diminuir o estrago no órgão e aumentar minha chance de engravidar. Após todo o tratamento químico fui submetida a uma mastectomia bilateral (retirada dos dois seios) por haver a possibilidade de um aparecimento de um outro tumor na mama “saudável”. Foi a decisão mais difícil de todo o tratamento, pois meu sonho sempre foi amamentar meus filhos, mas se ficasse doente de novo as chances de ter filhos ia diminuir, então escolhi minha tranqüilidade. Nesta primeira cirurgia retirei as mamas e os linfonodos sentinelas do lado direito… Alivio não tinha células malignas neles e não havia mais sinal do tumor na mama, ou seja, tive resposta patológica e clínica completa…isso melhorou muito o animo de todos. Durante todo o processo acreditei que iria ficar curada e sempre estava de bem com a vida. Meus familiares, médicos e minha fisioterapeuta tiveram grande participação, me mantendo tranqüila e no caminho certo. Gente não é uma experiência fácil, mas pode ser menos complicada se acreditarmos na força que temos de nos curar e de que a vida vale a pena. Ser vitima nessa situação só aumentará seu sofrimento e de todos ao seu redor. Faça brincadeiras com você mesma…afinal tá cheio de mulher querendo colocar prótese de silicone e o convenio até cobre…Abraço

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s